Campo Grande-MS 24.07.2017
Veterinário alerta sobre obesidade canina
Sexta-Feira, 08.01.2016 às 09:16
Veterinário alerta sobre obesidade canina
Saiba o que fazer para manter seu pet saudável e em forma
Jessica Alves
Para o Portal Top Vitrine
Divulgação
Eles também engordam

Comer apenas 1% a mais do necessário diariamente aumenta as chances do animal se tornar obeso durante a meia idade. Hoje, cerca de 25% dos cães de companhia e 12% dos felinos são obesos. Para combater ao problema, o veterinário aconselha atividades específicas, sempre acompanhadas de profissional, como natação e agility.

 

As férias se foram, mas seus rastros ainda são visíveis. Afinal, o descanso aposenta a dieta equilibrada, incluindo a dos pets. Nesta fase é comum os donos descuidarem um pouco da alimentação dos cães, deixando o animal comer quase de tudo. O veterinário, Aldo Macellaro, alerta que é preciso ficar atento ao assunto, já que o cão tem grandes chances de se tornar obeso.

 

“A obesidade em animais é mais comum do que pensamos. Em média, 25% dos cães e 12% dos felinos são obesos. Isso acontece porque se ambos consumirem apenas 1% a mais de calorias que o necessário diariamente, eles podem ter até 25% a mais de massa corporal na meia idade” explica Macellaro.

 

De acordo com o veterinário, o índice de obesidade aumenta principalmente em algumas raças, chamando atenção dos donos para as seguintes: Golden Retriever, Labrador Retriever, Cocker Spaniels, Dachshunds, Beagles, Collies, Pastor de Shetland, Basset Hound e Terriers.

 

Para o veterinário “isso merece atenção, já que a obesidade gera consequências sérias na saúde do pet, como afecções articulares, cardíacas e respiratórias, diabetes mellitus, riscos anestésicos e cirúrgicos, interferência nos processos diagnósticos, esteatose hepática, incidência de neoplasias e menor resistência a doenças infecciosas, pancreatite, entre outras”.

 

Como combater?

 

Para prevenir a obesidade canina ou ajudar o pet a recuperar o peso ideal, Macellaro indica atividades específicas. “O objetivo é gastar energia e, consequentemente, caloria. Quanto mais intensa for a atividade, mais efetiva será a perda de peso” explica ele, que também dá um alerta “porém, esse gasto calórico não pode ser feito de qualquer forma, já que pode contribuir para um desgaste nas articulações. É preciso ter acompanhamento de um profissional”.

 

Os que residem em São Paulo podem encontrar espaços especiais para cães, que oferecem exercícios apropriados para cada caso. Entre as mais renomadas está o Clube de Cãompo, um verdadeiro resort exclusivo para cães, que dispõe de um programa completo que ajuda os pets a emagrecerem com saúde.

 

São mais de 60 mil m² de área verde para que os cães possam correr e se exercitar. “Entre as diversas atividades, recomendamos o Dog Spa, que dispõe de natação e agility com circuito de obstáculos, túneis, slalom e pneus” finaliza o veterinário, Aldo Macellaro.

 

Mas como os exercícios precisam ser acompanhados de uma dieta balanceada, o Clube de Cãompo possui uma equipe de profissionais apenas para monitorar a dieta de cada cão – tudo pensado para o bem estar do animal.

 

Sobre o Clube de Cãompo

 

Fundado em 1996, o Clube de Cãompo é um hotel fazenda para cães localizado em Itú (SP), há 80 km da capital. Projetado para oferecer diferenciais em hospedagem, o espaço é uma verdadeira colônia de férias para animais, oferecendo diferenciais como amplos espaços em meio à natureza, chalés individuais, departamentos separados por porte de animal, ambientes higienizados e desinfetados diariamente. O espaço ainda conta com assistência integral de veterinários e a hospedagem inclui banho e passeios monitorados pelos 60.000 metros quadrados de área do Clube. Também podem ser contratados para os cães hóspedes os serviços de agility, natação, adestramento, obediência básica, solução de problemas comportamentais, condicionamento físico e Day Care, composto por um dia de atividades variadas, além do serviço de transporte porta a porta em veículos climatizados.

 

Serviço

 

www.clubedecaompo.com.br

16 OUTUBRO - SEX
Como saber a idade de um pet adulto?
05 AGOSTO - QUA
Um em cada dez cães tem a doença do carrapato
27 OUTUBRO - TER
Nove dicas para escolher um bom veterinário
25 JUNHO - QUA
Gatos: cuidado e respeito com a sensibilidade
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.