Campo Grande-MS 23.04.2017
Venda de veículos novos cai 6,6% em abril
Quinta-Feira, 07.05.2015 às 14:06
Venda de veículos novos cai 6,6% em abril
A produção no quadrimestre também apresentou declínio de 17,5%
Anfavea
Para o Portal Top Vitrine
Divulgação
Consumidor está cada vez mais inseguro com a economia...

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, divulgou na quinta-feira, 7, os resultados da indústria automobilística em abril e no primeiro quadrimestre.

 

Segundo a entidade, o setor fechou o quarto mês do ano com 219,3 mil veículos comercializados, o que significa uma retração de 6,6% em relação aos 234,6 mil de março de 2015.

 

Na análise contra abril do ano passado, que registrou 293,2 mil veículos, a contração foi de 25,2%, no mês.

 

No acumulado do ano as vendas foram de 893,6 mil unidades: queda de 19,2% frente as 1,1 milhão de unidades vendidas até abril de 2014. Para Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, a atual conjuntura continua impactando fortemente a confiança do consumidor.

 

“A confiança do consumidor e dos empresários é, neste momento, uma das principais razões para o complexo cenário que vivemos atualmente. Por esta razão, entendemos que é de fundamental importância a realização o mais rápido possível dos ajustes fiscais na economia. Desta forma, as regras ficarão claras, o planejamento será mais preciso e a atividade será retomada”.

 

As exportações recuaram 1,2% no acumulado do ano, com 108,5 mil unidades em 2015 ante 109,9 mil do ano anterior. Somente no quarto mês deste ano 28,8 mil unidades deixaram as fronteiras brasileiras, o que significa diminuição de 10,7% frente as 32,2 mil de março e de 18,4% com relação as 35,2 mil de abril de 2014.

 

A produção no quadrimestre também apresentou declínio: 17,5% em relação ao ano passado – 881,8 mil e 1,1 milhão de unidades, respectivamente.

 

Abril terminou com baixa de 21,7%, com 217,1 mil veículos no mês contra 277,1 mil de igual período de 2014. Na comparação com março, a fabricação foi 14,5% inferior, quando comparadas as 254 mil unidades daquele mês.

 

Caminhões e ônibus

 

No segmento de caminhões o licenciamento terminou o mês com baixa de 10,9% ao se comparar as 5,8 mil unidades de abril com as 6,5 mil de março. O setor apresentou retração de 46,9% na análise com as 10,9 mil unidades negociadas em abril do ano passado. O resultado no acumulado, com 25,1 mil unidades, está 39,3% menor do que no ano passado com 41,3 mil unidades.

 

A produção ficou 6,9% abaixo – foram 6,9 mil unidades em abril e 7,4 mil em março. Ao defrontar o resultado com abril do ano passado, quando foram produzidos 12,3 mil caminhões, o decréscimo é de 44,3%. No quadrimestre a baixa é de 45,2%: 30,2 mil este ano e 55,1 mil em 2014.

 

Os dados mostraram que a exportação de 6,1 mil unidades acumulada de janeiro a abril encolheu 1,7% se comparado com as 6,2 mil unidades de igual período de 2014. Apenas em abril 1,7 mil produtos deixaram o País, o que representa queda de 7% em relação as 1,8 mil unidades de março e estabilidade no comparativo com abril do ano passado.

 

Os fabricantes de chassi de ônibus comercializaram 1,6 mil unidades em abril deste ano, uma diminuição de 13,5% contra as 1,8 mil de março. No comparativo com abril do ano passado, quando o setor vendeu 2,2 mil unidades, o resultado foi menor em 30%. Até abril deste ano foram vendidas 6,8 mil unidades: queda de 26,1% em relação as 9,2 mil do ano passado.

 

A produção no quarto mês do ano, com 2,1 mil unidades, recuou 26% quando comparada com as 2,8 mil de março e 39,3% ante as 3,4 mil unidades de abril do ano passado. No quadrimestre, 9,8 mil unidades deixaram as fábricas, resultado menor em 26,6% frente as 13,3 mil unidades de 2014.

 

As exportações de ônibus concluíram os primeiros quatro meses com crescimento de 7% ao se comparar as 2 mil unidades deste ano com as 1,8 mil de 2014.

05 ABRIL - SEX
Prêmio Best Cars
12 AGOSTO - SEX
Shuanghuan Noble Nano
20 ABRIL - SEX
Segunda Etapa
30 SETEMBRO - SEX
Compra de importado em estoque
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.