Campo Grande-MS 21.07.2017
UMA Inverno 2012
Quinta-Feira, 26.01.2012 às 13:00
UMA Inverno 2012
Paulo Renato Coelho Netto
MktMix Assessoria de Comunicação para o Top Vitrine
Divulgação
UMA Inverno 2012
Divulgação
UMA Inverno 2012
Divulgação
UMA Inverno 2012
Divulgação
UMA Inverno 2012
Divulgação
UMA Inverno 2012
Divulgação
UMA Inverno 2012
Divulgação
UMA Inverno 2012
Esporte Minimal. A inspiração vem de um sportswear mais minimalista, onde a mistura de materiais é fundamental.

O design de formas limpas levados ao dia a dia garante produções diversas, que não passam desapercebidas.

A escolha das matérias-primas e precisão das linhas são aliados ao conforto e a praticidade, qualidades que caminham unidas nesta estação.

Tecidos

Uma variedade de materias tornam interessantes novas composições.
Misturas que originam um novo patchwork, criando um forte efeito visual gráfico.
A estamparia com desenho intrincado, forte e heterôgenea.
A sarja de algodão com elastano com resinado carbonado simulam um couro leve, amaciado e estonado.
O aspecto couro é forte, unido a sarjas ou com aspecto amassado trazendo um relevo diferenciado.
Uma malharia com aspecto natural, leve e delicada, onde superfícies rústicas possuem textura sem pesar no visual. Composições com fibras de viscose, algodão, lã, seda.
O aspecto tricot, devorado, dublado, estampado, enfim, uma grande variação de pesos e texturas.
Para alfaiataria fluida teremos bases em viscose e elastano.
Diversas opções de tecidos e malhas em fibras naturais, originando peças leves, atemporais e confortáveis.
A lã feltrada, assim como a poliamida com memória ”Memory” são usados em casacos e jaquetas, tem detalhes diferenciados e esportivos.

Silhueta

Formas andrógenas são atualizadas através de influências esportivas criando um look contemporâneo minimal e esportivo.
Surge uma silhueta alongada e ampla fazendo o contraponto com a alfaiataria mais estruturada.

Cores

Uma gama de avermelhados queimados, bordeaux, terracota e ocre tem tom de especiarias e surgem em novas combinações.
Os cinzas são neutros e suaves rosados, mesclas, até as tonalidades mais intensas chegando ao chumbo.
Areia, camel e marrom são combinandos a esta cartela de neutros, dão um clima de deserto, quando mesclado aos cinzas e crus.
Um amarelo intenso ilumina tons mais sóbrios criando blocos contrastantes.
Os azuis são profundos e chegam aos pretos, perfeitos para serem coordenados, num “ton sur ton.”

Peças

Camisas estampadas surjem como novidade, um boa e nova alternativa para utilizar os estampados, dando ares novos a qualquer look.Outra nova opção são as misturas de tricoline com malha, tornando-as mais casuais.Para este inverno a camisa é um item excelente para dar um toque andrógeno.

Vestidos continuam com grande força na coleção. Esportivos, estilo camisa, geométricos quadrados, tubulares mais soltos, fluidos e despojados, em uma grande variação de tecidos, comprimentos e formas.

Calças em uma variação que vai ao encontro do tipo de cliente, portanto teremos desde a “slim fit “ em tecidos com elastano e recortes diferenciados; as retas, amplas e despojadas e as “slouchy skinny” que possuem quadril mais solto e pernas mais ajustadas.

Saias estilo envelope, longas, leves e fluidas ou plissadas com cós adaptável em malha, estilo saia-calça ampla, estilo jeans em suede amassado e aquelas com dobraduras em tecido sedoso.

Tops são diferenciados pelos contrastes de cor ou tecido. Possuem detalhes trabalhados como nervuras e costuras marcadas. Esportivos com capuz ou maxigolas, decorados com paetês, detalhados por um patchwork de diferentes texturas, tinturadas, estampadas, ou estilo sueter em tricot. Uma infinidade de tipos trazendo grandes possibilidades de enriquecer os coordenados.

Bolero em couro amassado, funcionando como manga avulsa para peças mais decotadas, dando ares mais “edge”as peças.
Blazers para uma nova alfaiataria, com transpasses assimétricos ou mangas de couro, saindo do convencional.
Cardigans repaginados para um estilo mais esportivo, continuam amplos fáceis de usar e totalmente atemporais.
Casacos  e Jaquetas em lã estilo mini-manteaux trabalhados com nervuras, bicolores,  estilo “bicker” com mangas removíveis, acolchoados esportivos ou em malhas mais encorpadas e dubladas.

Botas com nervuras ou detalhes de metal são trabalhadas de diferentes alturas e saltos.

Bolsas coordenam com os sapatos, recebem dobraduras especiais ou placas de metal com  tamanhos que vão das estilo “maxi-bolsas” macias esportivas as estilo carteira.

Echarpes  fincionam dando efeito de “maxigola” em tricot ou nervuradas e trabalhadas se tornaram um item básico para qualquer estação.

Pontos chave

O toque esportivo é levado a diversas peças.
Aparcece a  geometria nos cortes.
O interessante é fazer o mix de materiais, formas, motivos e usar cores em degradês de tonalidades .
Construções com detalhes aplicados em patchwork misturam tecidos leves com pesados.
Peças com nervuras paralelas criam assimetrias diferenciadas dando movimento as linhas retas.
Elementos decorativos dando toques metalizados em foil ou paetês.
Tingimentos estonados mais agressivos dando ares casuais.
Amarrações interessantes.

A fronteira entre o conforto minimal e a sofisticação são trabalhados com autenticidade autoral, onde o uso inteligente de camadas de peças se torna fundamental para adaptar a coleção a incerteza do tempo.
                                                                                       Raquel Blay Davidowicz

Ficha técnica
Direção: Augusto Mariotti
Casting: Pixu Novaes
Produção e cenário: Vértices Casa Cenografia Design e Arte
Styling: Equipe UMA
Beleza: Juliana Barbosa (cabelo) e Marcos Costa (maquiagem)
Trilha: Dj Hisato
Assessoria de Imprensa: MktMix Assessoria de Comunicação

Apoio
Vicunha
20 JANEIRO - QUA
Crystal Renn é a nova musa da Redken
17 ABRIL - QUI
Aposta na volta do penteado retrô
11 MARçO - TER
Tendência minimalistas para o inverno
23 MAIO - SEX
Moda inspirada no cinema
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.