Campo Grande-MS 24.07.2017
Paredes que te quero verdes
Quinta-Feira, 10.10.2013 às 09:29
Paredes que te quero verdes
O jardim vertical funciona como um elo entre o interior e o exterior da casa
Ana Paula Horta
Para o Portal Top Vitrine
Divulgação
O jardim vertical do arquiteto Luís Fábio Rezende
Divulgação
Estela Netto especificou um jardim vertical de ripsális

Espaços cada vez menores e a diminuição do verde nas paisagens urbanas são consequências observadas pelo crescimento das cidades. Aos arquitetos fica o desafio de buscar soluções para diminuir o impacto dessas consequências e tornar as moradas menos inóspitas e rígidas. Há alguns anos, o jardim vertical despontou como uma dessas soluções e, hoje, é um elemento badalado, que ganhou força sobretudo pelas mostras do segmento.

 

Na edição 2013 da Casa Cor Minas, dois ambientes em particular privilegiaram o uso dos jardins verticais. Tratam-se do Gazebo, assinado pela arquiteta Estela Netto, e da Casa do Jardim, do arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo.

 

Clique sobre as imagens para ampliá-las

 

Como os dois ambientes são como uma extensão da área externa, o jardim vertical funciona como um elo entre o interior e o exterior. “No caso do Gazebo, eu senti a necessidades de trazer o verde, a natureza para dentro do ambiente, e o jardim vertical é uma ótima opção para isso. Além disso, embeleza o projeto, sem ocupar espaço”, avalia Estela. Para seu jardim, a arquiteta escolheu a planta Ripsális, uma espécie da família das suculentas, muito indicada para este tipo de estrutura, uma vez que só exige rega três vezes por semana.

 

Já Luís Fábio pensou em mesclar diferentes espécies de plantas, sempre tendo o cuidado de escolher aquelas de fácil manutenção, um pré-requisito básico para qualquer jardim neste estilo. “Já existia um muro de hera onde o ambiente foi construído, mas como o meu ambiente era a Casa do Jardim, achei que esse muro merecia uma repaginada. Escolhi, então, algumas espécies de plantas: Samambaia Chorona de Fita, Renda Portuguesa, Columéias, Asplenio, Espadinha, Clerodendro, Ripsalis e Orquídeas”, enumera o profissional, que propôs uma persiana diante do jardim vertical, criando assim cenários diversos.

 

O Gazebo, de Estela Netto, contou com o paisagismo de Rosane Pinto Andrade. Já a Casa do Jardim, de Luís Fábio Rezende de Araújo, teve projeto paisagístico executado por Júlio Cézar Campanha e Arlete Martins Lima Dutra, da Floricultura British Columbia Garden.

 

Para conhecer os dois ambientes, visite a Casa Cor Minas: Até 22 de outubro. Rua Alameda das Palmeiras, 444, Bairro São Luiz, Belo Horizonte.

25 JUNHO - QUA
Conheça a casa do Oscar, jogador da Seleção Brasileira
18 AGOSTO - SEG
Apartamento de alto luxo na orla de Sunny Isles Beach
29 FEVEREIRO - QUA
Expo Revestir 2012
06 JUNHO - QUA
Casa Cor 2012
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.