Campo Grande-MS 24.07.2017
Oito razões para conhecer Porto de Galinhas
Quinta-Feira, 09.01.2014 às 15:00
Oito razões para conhecer Porto de Galinhas
Balneário pernambucano é um dos principais destinos turísticos nacionais
Redação
Portal Top Vitrine
Divulgação/Vinícius Lubambo
Passeios de jangada são os preferidos dos turistas
Divulgação/Vinícius Lubambo
Galinha D’Angola, símbolo da região
Divulgação/Vinícius Lubambo
Praia com águas cristalinas e mornas
Divulgação/Vinícius Lubambo
Culinária vai do caldinho de feijão a pratos refinados
Divulgação/Vinícius Lubambo
Balneário conta com mais de 13 mil leitos para turistas
Divulgação/Vinícius Lubambo
Porto de Galinhas também é preservação
Divulgação/Vinícius Lubambo
Restaurantes, bares e forró fazem a vida noturna
Divulgação/Vinícius Lubambo
Local conta com diversas lojas de artesanato

Conheça o quinto destino de lazer mais procurado do Brasil. Porto de Galinhas recebe anualmente mais de 720 mil visitantes em busca de lazer, descanso e diversão.

 

O destino oferece praias paradisíacas, variada gastronomia, preservação ambiental, opções de hospedagem de alto padrão e os melhores passeios encontrados no Nordeste do país.

 

Clique sobre as imagens para ampliá-las

 

Confira oito ótimos motivos para conhecer seus encantos.

 

1. O destino

 

Surgido após a abolição da escravatura no Brasil, o nome Porto de Galinhas foi dado por mercadores clandestinos que utilizavam a região para desembarcar navios carregados de negros escravizados e fugir da alta fiscalização no porto de Recife.

 

Na época, esses navios eram cobertos com engradados de galinhas D’Angola, alimento preferido da corte portuguesa, e a senha secreta para avisar de sua chegada era “tem galinha nova no porto”, que significava que uma nova remessa deles havia chegado da África.

 

Localizada no município de Ipojuca, a 65 km de Recife, Porto de Galinhas soube utilizar da história triste para construir um dos cartões-postais mais procurados do Nordeste brasileiro.

 

Hoje as galinhas enfeitam as ruas, hotéis, restaurantes e lojas de todo o balneário.

 

2. Praias

 

Porto de Galinhas é uma praia de areia branca e batida, com águas cristalinas e mornas – a uma temperatura média de 26º C – ideais para quem quer relaxar, namorar ou até mergulhar.

 

A região é conhecida pelos famosos arrecifes que surgem durante a maré baixa e possibilitam passear de jangada pelas piscinas naturais, alimentar os peixes e mergulhar em suas águas transparentes.

 

Também dispõe de outras seis praias em uma extensão de 18 km, onde se destacam Muro Alto, com 3 km e piscinas naturais formadas entre a areia e uma barreira natural de corais; Maracaípe, utilizada principalmente por surfistas que buscam pelas ondas de 2,5 metros de altura, além de ser procurada para a prática de vários esportes radicais como mergulho, surfe, kite surf, stand uppaddle e skate; e o Pontal do Maracaípe, indicado para caminhada, passeios de lancha, caiaque e de jangada para ver cavalos marinhos.

 

3. Gastronomia

 

Quem deseja desfrutar da gastronomia local encontra em Porto de Galinhas diversas opções. Restaurantes e bares, para todos os bolsos e gostos, servem do tradicional caldinho de feijão a pratos refinados como avestruz.

 

No cardápio também estão pizzas, carnes, massas, frutos do mar e sobremesas com frutas da região.

 

Os pratos à base de frutos do mar dominam os restaurantes, com variedades de peixe frito na beira da praia a até uma sofisticada lagosta na manteiga.

 

Na cozinha regional, também está presente a típica galinha em receitas fritas, assadas e cozidas.

 

4. Hotelaria

 

Com uma ampla oferta hoteleira, o balneário conta com mais de 13 mil leitos para turistas em pousadas e hotéis de três, quatro e cinco estrelas.

 

Atualmente 12 deles são integrantes da Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG), todos a beira da praia e próximos da rodovia que dá acesso à Vila de Porto de Galinhas, onde é possível passear pelas lojas típicas e visitar os melhores bares e restaurantes.

 

5. Passeios

 

Por terra ou mar, os passeios são as grandes atrações.

 

A dica é começar pelo roteiro de Bugue, que permite conhecer de norte a sul a extensão das sete praias da região.

 

Depois, a parada deve ser para visitar as piscinas naturais localizadas junto aos arrecifes.

 

Durante o trajeto, a bordo das jangadas, é possível ver inúmeros peixes coloridos através das águas transparentes.

 

O local também permite realizar o batismo de mergulho com snorkel, máscara, nadadeira e colete.

 

Para os amantes da natureza, vale aproveitar o passeio de jangada do Pontal de Maracaípe ao mangue.

 

No caminho os visitantes podem ver o habitat dos cavalos-marinhos, caranguejos e peixes nativos.

 

Outra opção é percorrer os 9 km da ciclovia de Porto de Galinhas, que vai do centro ao distrito de Nossa Senhora do Ó.

 

6. Preservação

 

Porto de Galinhas também é preservação.

 

O balneário conta com a atuação de duas importantes organizações não governamentais, o Projeto Hippocampus que trabalha junto a universidades e institutos locais na proteção e regulamentação de leis sobre a pesca e preservação do cavalo-marinho; e o Ecoassociados, em prol da proteção das tartarugas marinhas, recifes de corais e baobás (árvore de origem africana) muito comum no litoral do Nordeste.

 

Em todos os passeios promovidos pelas organizações, os visitantes conhecem a vida e a reprodução dos animais e participam de uma aula de conscientização ambiental.

 

7. Artesanato

 

Um prato cheio para quem gosta de lembrancinhas, a Vila do balneário tem diversas lojas de artesanato que vendem camisetas, galinhas de todos os tipos (madeira, pano, cerâmica, etc.), quadros e outras peças.

 

Tudo muito colorido e alegre, para desfrutar do clima de verão mesmo durante o inverno.

 

Por toda a vila – em especial na Rua da Esperança – existem lojinhas, barraquinhas e galerias que oferecem peças típicas confeccionadas pelos artesãos locais.

 

Além das tradicionais galinhas de cerâmica há entalhes em madeira, pinturas em tecidos, quadros, cintos, bolsas, redes, mantas, tapetes e bordados.

 

Instrumentos musicais, como tambores de maracatu, pandeiros artesanais e flautas de bambu, também estão à venda.

 

8. Vida noturna

 

Os baladeiros encontram em Porto de Galinhas opções para curtir o dia e a noite.

 

O Café do Brasil, na Praça das Piscinas, é um dos principais pontos de encontro de turistas e nativos, que tomam conta das mesinhas e do balcão do quiosque para conferir o vaivém do calçadão.

 

Para quem gosta de forró, os arrasta-pés mais animados concentram-se no Lua Morena e na Birosca da Cachaça, ambos no centrinho e embalados pela animação dos DJs.

 

Sobre a Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas

 

Entidade privada sem fins lucrativos, a AHPG foi criada no início de 1992 e representa os principais hotéis e resorts de Porto de Galinhas. Quinto destino mais visitado do país e o primeiro do Estado de Pernambuco, apresenta uma oferta hoteleira de 13 mil leitos. Além de belas praias e piscinas naturais, o destino oferece esportes náuticos, uma gastronomia sofisticada, rico artesanato e muitas opções de entretenimento. Por dez anos consecutivos, Porto de Galinhas foi considerada a melhor praia do Brasil pelos leitores da revista Viagem & Turismo. Em 2012, conquistou pela segunda vez o Top of Mind entre as praias do País. Em 2013, uma praia do balneário figurou entre as dez melhores do Brasil segundo o prêmio Traveler´s Choice do TripAdvisor, baseado na opinião de usuários do portal de viagens em todo o mundo.

 

Mais informações (81) 3552-1205

20 SETEMBRO - SAB
Bali, uma viagem para se encontrar
10 MAIO - SEX
A Ásia é um luxo
27 DEZEMBRO - SEX
Primeiro e-commerce de pacotes de neve do país
11 NOVEMBRO - QUA
Seis praias incríveis para conhecer
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.