Campo Grande-MS 23.04.2017
Alerta aos alérgicos: abras as portas e janelas no inverno
Terça-Feira, 12.04.2016 às 10:00
Alerta aos alérgicos: abras as portas e janelas no inverno
Mantenha a cama em lugar quente e arejado, se possível, afastada da parede
Divulgação
Para o Portal Top Vitrine
Divulgação
Dra. Lelia Mara Josuá

Os ácaros domésticos são a maior causa de alergias respiratórias, sobretudo no inverno, quando passamos mais tempo em ambientes fechados.

 

Para diminuir os sintomas para os alérgicos durante esta época do ano, a Dra. Lelia Josuá, médica especialista em alergologia e pneumologia, fez uma lista de cuidados para deixar o ambiente mais adequado para quem sofre com alergias.

 

Confira como deixar o ambiente ideal para alérgicos:

 

1 - Manter o ambiente o mais arejado possível, com as janelas abertas, deixando entrar a luz do sol para evitar o mofo.

 

2 - Lave as roupas de inverno que estão guardadas antes de começar a usá-las e procure guardá-las em sacos plásticos após a lavagem.

 

3 - Não use cobertores de lã ou com pelos. O ideal é que ele seja forrado por uma colcha ou por um saco de pano impermeável. Caso mais pessoas durmam no mesmo quarto, o procedimento deve ser o mesmo.

 

4 - Mantenha a cama em lugar quente e arejado, se possível, afastada da parede. Se houver um closet, mantenha-o fechado à noite, ventilando-o durante o dia.

 

5 - Envolva completamente colchões e travesseiros com plástico ou tecidos especiais. Eles devem ser de espuma, de borracha ou material sintético. Limpe sempre com álcool.

 

6 - Mude as fronhas e lençóis de uma a duas vezes por semana. Sacuda as roupas de cama pela manhã, fora do quarto.

 

7 - As poltronas, divãs e almofadas devem ser revestidos com couro ou matéria plástica. Os travesseiros devem ser trocados a cada seis meses e os colchões de 3 a 5 anos.

 

8 - Retire tapetes do quarto, caso não seja possível, coloque um plástico por cima do tapete. As cortinas devem ser de um tecido leve para que possam ser lavadas a cada 15 dias ou as substitua por persianas plásticas.

 

9 - Evite ter animais de estimação com penas ou pelos em casa. Dê preferência para peixes e tartarugas, mas não deixe o aquário no quarto do alérgico. Além disso, o alérgico não deve limpar gaiola ou casa dos animais, ou usar máscaras úmidas para fazê-lo.

 

10 - Não tenha plantas naturais ou artificiais dentro de casa, principalmente, as de vaso de xaxim, que possuem cheiro forte ou flores que precisem de muita umidade.

 

11 - Não sue vaporizadores ou umidificadores de ambiente. A melhor forma de umidificar o espaço é com toalha úmida e bacia d'água.

 

12 - Dedetize a casa periodicamente, mas não fique dentro de casa até três dias após o procedimento.

 

13 - Na limpeza da casa, não use vassouras ou espanadores. Passe diariamente um pano úmido no assoalho, móveis e paredes.

 

14 - Não lide com objetos, roupas e papéis guardados por muito tempo, móveis empoeirados e evite frequentar depósitos e porões.

 

15 - Mantenha os locais limpos, principalmente o quarto do alérgico utilizando fórmulas acaricidas e fungicidas.

 

Dra. Lelia Mara Josuá

 

É médica alergista graduada pela Universidade do Rio de Janeiro - UNIRIO - com especialização em alergologia e pneumologia. Possui mais de dez anos de experiência e dedicação exclusiva em Alergologia. É diretora da rede Air Clinic, voltada para o tratamento da alergia e de doenças respiratórias. A Rede Air Clinic se destaca por oferecer aos seus pacientes tratamentos humanizados usando tecnologia de ponta.

 

www.airclinic.com.br

22 JANEIRO - QUA
Acidentes de carro e má postura
26 FEVEREIRO - QUA
Cuidados bucais vão do implante ao clareamento
09 DEZEMBRO - QUA
Diabetes
15 JULHO - TER
Depressão piora no inverno
Busca Detalhada
Utilize a busca avançadas do site para encontrar o que deseja em termos de noticías.